quinta-feira, 24 de abril de 2008

Eu fui..


Nas asas de uma gaivota,eu fui..
para onde o pensamento me levou..
Livre, solto, como só o pensamento sabe ser..
Voei pelas margens do rio,chegando até ao mar
Poisei na areia molhada, fui ao mar segredar,
meus suspiros meus ais...
De ti falei, de mim ouvi..
A ele abracei, a ti senti...
Gravei teu nome na areia,
mas por pouco tempo ficou,
veio uma onda levou-o...
Como se fosse um segredo
que o mar, mais uma vez guardou..

4 comentários:

Patti disse...

Então pega lá na gaivota e vai até ao Ares que tens lá um presente e um desafio para ti.
Bom feriado.

1/4 de Fada disse...

Que versos tão bonitos... Definitivamente, esta noite estou a sentir-me nostálgica. Obrigada.

de dentro pra fora.... disse...

Já estou a caminho...
Bom feriado...

de dentro pra fora.... disse...

Nostálgica...espero que isso seja bom...
ás vezes gosto de me sentir assim..