quinta-feira, 8 de maio de 2008

No meu...




No meu corpo escreveste um poema



Com doces palavras de infinito prazer




Escreves-te-o com a ponta dos dedos



num código, que só eu, só tu



conseguimos entender...



No meu corpo desenhaste, o desejo a paixão



Pintas-te-os de todas as cores,



Que te couberam na mão




No meu corpo tu danças-te, uma dança sem fim



Deste-me tudo que tinhas,



e eu dei-te tudo de mim...




No meu corpo ou no teu corpo...



Nós nos perdemos assim



Já não sei, se sou de ti uma parte



Ou se és tu parte de mim...












14 comentários:

Coragem disse...

linda poesia de amor.
Adorei cada palavra.
Beijinho

de dentro pra fora.... disse...

O amor...ai o amor,faz destas coisas.. :)

beijinho

Patti disse...

Oh rapariga, olha que eu tenho razão. Tu andas feita uma poetisa.
Só amor, só amor....

BlueVelvet disse...

Que coisa mais linda e doce escreveste aqui.
Coisas lindas se podem escrever no corpo....
Beijinhos e veludinhos azuis

de dentro pra fora.... disse...

Ai é tão bom!
Love is in the air....la la la la la...

de dentro pra fora.... disse...

È bom escrever no corpo(em Braille de preferência..)todos os sentires...para depois voltar a ler, e a ler, e a ler...
" e já que o amor é cego o jeito é mesmo apalpar... :)) "

Ni disse...

Lindo... profundamente apaixonante.

de dentro pra fora.... disse...

Olá NI!
Eu diria mais...
"profundamente apaixonada"

mateo disse...

Perdeste-te?
Huuuuuuuummmmmmmm........
Não me parece!
Beijo.

de dentro pra fora.... disse...

Oh Mateo,
perdi pois..
mas o melhor foi encontrar-nos..

G.D.M. (Wolf) disse...

Hum....cheirinho de happyness..

Lol... Que bom..fico feliz muito feliz por ti...

Beijinho

de dentro pra fora.... disse...

Humm!... cheira bem não cheira :))

ternura disse...

Gostei mesmo muito.O amor opera milagres.
Beijinho.

Vida de Praia disse...

Laços infinitos