segunda-feira, 21 de julho de 2008

Um conto Chinês...




Vaso Chinês!

Uma velha senhora chinesa possuía dois grandes vasos, cada um suspenso na extremidade de uma vara que ela carregava nas costas.

Um dos vasos era rachado e o outro era perfeito. Este último estava sempre cheio de água ao fim da longa caminhada da torrente até a casa, enquanto aquele rachado chegava meio vazio.

Por longo tempo a coisa foi em frente assim, com a senhora que chegava em casa com somente um vaso e meio de água.

Naturalmente o vaso perfeito era muito orgulhoso do próprio resultado e o pobre vaso rachado tinha vergonha do seu defeito, de conseguir fazer só a metade daquilo que deveria fazer.

Depois de dois anos, refletindo sobre a própria amarga derrota de ser 'rachado', o vaso falou com a senhora durante o caminho:

- 'Tenho vergonha de mim mesmo, porque esta rachadura que eu tenho me faz perder metade da água durante o caminho até a sua casa...

'A velhinha sorriu:'

-Você reparou que lindas flores tem somente do teu lado do caminho? Eu sempre soube do teu defeito e portanto plantei sementes de flores na beira da estrada do teu lado. E todo dia, enquanto a gente voltava, tu as regavas.

Por dois anos pude recolher aquelas belíssimas flores para enfeitar a mesa. Se tu não fosses como és, eu não teria tido aquelas maravilhas na minha casa.

'Cada um de nós tem o próprio defeito. Mas o defeito que cada um de nós temos, é que faz com que nossa convivência seja interessante e gratificante.É preciso aceitar cada um pelo que é... E descobrir o que tem de bom nele.

'Portanto, meu 'defeituoso' amigo/a, tenha um bom dia e lembre de regar as flores do seu lado do caminho...

Sem esquecer que é 'defeituosa' também quem aqui contou esta pequena historia .

.

8 comentários:

1/4 de Fada disse...

Os defeitos estão nos olhos de que observa - existem ou não conforme os vemos. Este é um conto com uma sabedoria profunda, como são geralmente os contos orientais.

D.Antónia Ferreirinha disse...

é isso mesmo. Não somos perfeitos.
Temos defeitos e virtudes que é preciso saber respeitar.
Beijinho e boa semana.

Vida de Praia disse...

Que história linda! Obrigada.

BlueVelvet disse...

É lindo este conto e tinha que ser chinês:))
Estranho como um País com uma filosofia milenar cheia de sabedoria se tornou numa terra de horrores, de opressão dos mais fracos, um País que na minha cabeça, hoje em dia, só está ligado a coisas más.
Mas o teu conto não tem culpa nenhuma...
Beijinhos e veludinhos azuis

Wolf disse...

saber viver com as virtudes é facil , saber viver com aquilo que realemente somos é sabedoria
sábios os chineses.

kiss

já tava com saudadinhas de aqui vir .

Pjsoueu disse...

DE:
A história é elucidativa da melhor forma de usar" os defeitos com algo benéfico para quem nos rodeia.

Defeitos só o são para quem neles não vê o que há de mais belo: pode ser a Pérola mais bela.

Faz-me lembrar a história da mãe que queimou as mãos para salvar o seu filhote.


Quando ele soube a razão das mãos estarem tão feias e queimadas,viu t a beleza dessas mãos dizendo: """Mãe as tuas mãos, são as mais lindas do mundo....

bjos do PJ com amizade:)

Borboleta disse...

A nossa essencia é um todo com um ou mais defeitos...por isso...Obrigada pelo texto e pela lembrança que mesmo com defeitos todos nós temos valores e qualidades, bem como coisas lindas para oferecer!

Beijinhos

Coragem disse...

Sou um poço de defeitos, confesso!

Cada um pior que os outros, tento a cada dia que passa, melhorar como ser humano...

Mas aprendo e gosto-me, mesmo com tudo o que sou.

Beijinho