quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Dá-me licença....



-Posso voltar!??


-O que? agora? é claro que não!...já devia saber disso.


-Pois, mas era só por um bocadinho...


-Não pode ser...mas já agora era para quê?


-Bom,..era só para fazer uma coisita, que eu tinha imensa vontade de fazer e não sei porquê


(ou talvez saiba) não fiz...


-É sempre a mesma coisa! Mas não posso abrir excepções, tenho muita pena...


-Era só um abraço e um beijo....eu tinha-os aqui mesmo á mão, não sei porque não os dei...


-Tenho mesmo muita pena,.. mas menina já devia saber que eu não posso voltar atrás.


-Mas eu sempre soube que o senhor não é de voltar atrás, consigo o caminho é sempre para a frente, sempre cheio de pressa, ás vezes nem damos conta de o ver passar, não sei o que me deu..mas por momentos não me lembrei disso...


,...agora fiquei um bocadinho triste. Não sei quando o poderei fazer...


-Quem sabe eu passe depressa, e tenha a oportunidade de o fazer mais depressa do que imagina...


-Ai! espero que sim,... oh senhor tempo, passe lá depressa, já que não me faz a vontade de voltar atrás, ande lá pra frente..





.


Eu que nem sou destas coisas, de ficar a pensar muito tempo, no que podia ter feito e não fiz,pois prefiro arrepender-me de ter feito, do que de não o fazer...mas o certo é que deixei escapar o momento e não sei quando haverá outro, fiquei com pena,....mas haverá outro(s) com certeza, e quando(e se) ele vier, não vou deixar de fazer o que já podia estar feito.





Para a próxima não me escapa(s)....o momento é claro! ;)

.



9 comentários:

Patti disse...

Custa muito mais, lamentarmos o que não fizemos do que o que fizemos mal feito.

Coragem disse...

Que bonito jogo de palavras...
Mas, eu nunca fico à espera que aconteça algo uma 2ª vez, até porque acho que as coisas não se repetem, fica é a lição, isso fica.

Beijinho menina dos sorrisos

de dentro pra fora.... disse...

Patti

Neste caso nao o considero mal feito, apenas por fazer...

Renato Oliveira disse...

É infelizmente o tempo não dá tempo para se fazer aquilo que se pretendia fazer!

Mas fica sempre a oportunidade perdida! Por isso é bom fazer as coisas na altura certa (mal ou bem). Está feito.

Beijinho,

Renato

de dentro pra fora.... disse...

Coragem

É verdade que cada situação é unica, por esta já nada posso fazer a não ser lamentar nada ter feito...da proxima já sei,não a deixo em "branco" :)

de dentro pra fora.... disse...

Renato

O tempo deu-me tempo...eu é que não fiz dele o que queria :(

BlueVelvet disse...

Não há dúvida que este blogobairro anda inspirado.
Muito bem imaginado este post.
Eu também prefiro fazer e arepender-me depois, do que arrepender-me depois de não ter feito.
Já sabes, para a próxima, não deixes passar o momento, até porque um raio nunca cai 2 vezes no mesmo sítio.
Beijinhos e veludinhos azuis

de dentro pra fora.... disse...

Bluevelvet

Tens razão, eu sei que tens...mas quem sabe numa outra situação
"idêntica"...
há que aprender :))

Vida de Praia disse...

No tempo que nos lamentamos do que não fizémos, não fazemos o que temos a fazer ;-)