segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Palavras...




Pegou num punhado de palavras e lançou-as numa folha em branco como se fossem sementes deitadas na terra fresca acabada de lavrar. Tinham o cheiro bom de uma manhã fresca de Primavera.
Elas, as palavras, foram tomando forma e com muitas cores foram colorindo aquela página, que até á bem pouco tempo se encontrava vazia.
Eram as cores da felicidade que se espelhavam nos olhos e lhe saíam por todos os poros da pele levemente bronzeada pelo calor do sol e a frescura do mar, que coloriam mais uma página.
Queria partilhar esta sensação de prazer que guardava no peito e que ansiava por se libertar,
nada melhor que soltar as palavras deixa-las voar, para que em leves sussurros contassem a todos que estava feliz.
Foi com um sorriso que olhou e viu mais uma página cheia de cor,...humm! que bom...muitas mais virão...quem sabe amanhã...


.

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

É também com um sorriso que lhe venho agradecer a participação na festa do Rochedo. Espero continuara ter o privilégio das suas visitas e dos seus comentários.
Obrigado!

Vida de Praia disse...

As palavras são mágicas e poderosas!