sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

......

.



...a vida tem destas coisas, foi o que pensou ....

Já não se lembrava da última vez que fizeram amor amando,o que era um acto de prazer passou a ser um acto impensado, apenas uma vontade de matar uma sede urgente de extravasar energias, já não importava com quem.

Deu consigo muitas vezes perdido em abraços ofegantes e suados que depois se transformavam num ninho onde repousava o cansaço de mais uma noite saboreada a dois.

O sono era uma viagem onde partilhavam os mesmos sonhos, entrelaçados um no outro num nó tão apertado que os fazia respirar o mesmo ar como se fossem um só...e foram um só muitas e muitas vezes...

E agora!?? que foi feito de tanta paixão?

Não sabia a resposta...


Tudo tinha começado de um jeito meio envergonhado, conseguia lembrar como se fosse hoje,com pequenos toques que aos poucos se transformaram numa entrega sem reservas á vontade de explorar cada pedaço de cada um até se fundirem num só...tudo parecia mágico, mas o amor é mesmo assim, Mágico!


O que fazer sem ele!? Sentia-se perdido...só!

3 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E quando a magia desaparece, lá se vai a sedução...

Pitanga Doce disse...

E agora? Alguns procuram em outros braços "aqueles abraços".

Vem falar da "pegada".

beijos ó prima

renato disse...

Olá, Linda!

Realmente é uma granga maçada, mas há sempre alguém capaz de ocupar um lugar vago, com todo o prazer!

O que é preciso é muita sedução e sensualidade!

Um beijo,

Renato